Imprimir

Ramais e produção

Escrito por Redação em . Publicado em Expressinhas

Governador em audiência em Brasília - Foto Secom-ACGovernador em audiência em Brasília - Foto Secom-AC

O governador Tião Viana e sua equipe de planejamento se reuniram em Brasília com a secretária adjunta de acompanhamento econômico da Secretaria do Tesouro Nacional, Pricilla Maria Santana, para discutir investimentos para 2017 nas áreas de infraestrutura de ramais e produção rural através das muitas cadeias produtivas do estado. Para os ramais, o governo negocia com a União, via emenda de bancada, mais R$ 154 milhões para melhoramento e pavimentação. “Serão 3.274 quilômetros de ramais em todo o Acre, o que representa o benefício direto a mais de 13 mil famílias na área rural, o que representa mais de 50 mil pessoas”, destacou Tião Viana.

AÇAI NO PRESÍDIO

Previsão é de produzir 120 mil mudas de açaí no presídio - Foto Secom-ACPrevisão é de produzir 120 mil mudas de açaí no presídio - Foto Secom-AC

A Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) e o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) promovem parceria que vai incentivar o plantio de mudas de açaí para gerar oportunidade a reeducandos da Unidade de Recuperação Social, do presídio Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco (AC). A unidade prisional possui quase 70 hectares, que podem usados na produção rural, pois já possui uma estrutura para o plantio. A intenção das duas instituições é produzir cerca de 120 mil mudas, que irão beneficiar 30 detentos.

COSMÉTICOS FLORESTAIS

Participantes do Seminário de Cosméticos de Base Florestal - Foto Alexandre Noronha, Secom-AC Participantes do Seminário de Cosméticos de Base Florestal - Foto Alexandre Noronha, Secom-AC

A Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac) recebeu representantes dos estados da região Norte que participaram do VI Seminário de Cosméticos de Base Florestal da Amazônia. O evento faz parte do Projeto Estruturante de Base Florestal da Amazônia, coordenado pelo Sebrae nos estados. Estiveram nesta edição empresários do setor industrial, coordenadores estaduais do projeto pelo Sebrae, consultores, pesquisadores de universidades e produtores extrativistas. A programação na Funtac foi uma oportunidade de mostrar a contribuição científica e tecnológica que a instituição vem dando ao estado ao longo de quase três décadas.

CONTRIBUIÇÃO RURAL

Os produtores rurais (pessoas jurídicas) enquadrados como empresários ou empregadores rurais têm até o dia 31 de janeiro de 2017 para quitar a Contribuição Sindical Rural (CSR) referente ao exercício de 2017. As guias são emitidas com base nas informações prestadas pelos contribuintes nas Declarações do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR), repassadas à CNA pela Secretária da Receita Federal do Brasil (SRFB). A CSR é a principal fonte de custeio de entidades sindicais e tem suas porcentagens dividas entre o Ministério do Trabalho e Emprego (20%), Confederação (5%), Federações (15%) e Sindicatos (60%).