Imprimir

SOCIEDADE & NEGÓCIOS.COM - Com DENISE ARRUDA

Escrito por Denise Arruda em . Publicado em Sociedade&Negócios

Mulher plus size

Deputado Ney Amorim com a Miss Acre Plus Size, Ariane Melo - Foto Ascom-AleacDeputado Ney Amorim com a Miss Acre Plus Size, Ariane Melo - Foto Ascom-Aleac

Aceitar o corpo acima do peso não é para qualquer mulher. Uma sociedade que exige a magreza como padrão de beleza, que impõe manequins cada vez menores, deixa as mulheres acima do peso em polvorosa. Pensando nisso, as estudantes acreanas Alana Manchineri e Thayla Fernanda criaram um perfil no Instagram chamado “twoplusac” no qual compartilham suas experiências com outras mulheres “plus size”. Mas o que é uma mulher “plus size”? O termo foi criado por norte-americanos para definir modelos de roupas acima do padrão convencional usado nas lojas. Portanto, “Plus Size”, do inglês, quer dizer em português “Tamanho Maior”, aquele acima do número 44 de manequim. Foi a forma encontrada de o mundo da moda incluir modelos maiores e aumentar o número de roupas vendidas. O Brasil acaba de adotar o sistema de modelagem e vem ganhando espaço. Produtoras, agências de modelos, logistas, marketing entre outros, já estão incluindo o modelo plus size em suas propagandas. De um lado, é muito bom porque abriu campo para as gordinhas artistas se destacarem mais. Por outro lado, ainda está ruim a forma de pagamento para modelos plus size, porque em muitos lugares o cachê é inferior aos das magras e muitas interpretam como descriminação! A novidade chegou ao Acre. O perfil das meninas, criado em novembro de 2016, tem quase 1.500 seguidores. Para o futuro, os planos são de expandir ainda mais esta ajuda a outras mulheres. O presidente da assembleia Legislativa, deputado Ney Amorim, recebeu em seu gabinete, na semana passada, a Miss Acre Plus Size, Ariane Melo, que vai representar o Acre em concurso no Rio de Janeiro, neste mês de maio.

Rir é um bom negócio

Moisés Lima, da MS Produções - Foto Denise ArrudaMoisés Lima, da MS Produções - Foto Denise Arruda

Moisés Lima dos Santos, 31 anos, casado com Leia Bezerra, pai de três filhos, de três e dois anos (e esperando a chegada de mais um), é dono da empresa de divulgação MS Produções. Ele trabalha faz 13 anos no programa “Celebrai Jesus”, transmitido pela TV Rio Branco, Canal 8 (SBT) e é um exemplo de persistência em busca de seu próprio negócio. Sua empresa é voltada para eventos de divulgação de humor e para trazer artistas de outras cidades para se apresentarem no Acre, mas também produz fotografias e vídeos, cujos trabalhos são muitos procurados. Antes de montar a própria empresa, trabalhou no Supermercado Araújo e JWC, uma empresa terceirizada. Mesmo trabalhando no tradicional, sempre quis ser dono do seu negócio. Investiu até em programas de humor. “Sempre gostei do meio humorístico, as pessoas precisam rir um pouco, divertir-se. Foi quando surgiu na minha vida a MS Produções, há dois anos’’. Santos é um jovem bastante conhecido da cidade onde reside porque, além de pegar pesado no trabalho de produção, também imita personagens como a “Salsicha” do desenho “Scooby Doo”, o “Padre Quevedo” e um dos mais pedidos, o apresentador Silvio Santos. “Eu sempre me envolvi com a vinda de humorista para cidade e pensei que eu poderia fazer aquilo montando minha empresa”, conta o empresário, que é envolvido em projetos sociais. ‘’Nas realizações dos shows sempre solicito 1 kg de alimento como desconto nos ingressos. Assim todos irão sorrir, quem for assistir ao show e quem receber os alimentos”, disse.
Serviço - Quem quiser entrar em contrato com o produtor seu telefone é 99964-9979.

Mulheres no poder

Mulheres empresárias que buscam liberdade financeira - Foto CedidaMulheres empresárias que buscam liberdade financeira - Foto Cedida

Um grupo de mulheres empresárias, que buscam liberdade financeira, se reuniram recentemente em Porto Velho-RO, no Hotel Larison, para um evento fechado, no seminário “Finança da Mulher”. Participaram pelo menos 80 mulheres dos estados e municípios vizinhos, incluindo o Acre. Uma das participantes do Acre foi a empresária Nidaia Tavares, que vem a ser esposa do “Rubi” (termo utilizado para demonstrar níveis da empresa) Daniel Ramos. Ela disse ter achado o evento muito importante para valorização da mulher. “O mercado de cosméticos e perfumaria é dominado por mulheres. Cada vez mais buscamos nossa independência e poder. No evento, percebemos o quanto somos fortes, guerreiras e que não podemos parar’’, afirmou Nidaia. Convidada, esta colunista também participou do evento.

“Paradise”: escolha mais quente para o Dia dos Namorados

Vários tipos de produtos eróticos - Foto DivulgaçãoVários tipos de produtos eróticos - Foto Divulgação

“Paradise”, uma loja de produtos eróticos, localizada na rua Triunfo, em Senador Guiomard, pode vir a ser escolha mais quente para o seu Dia dos Namorados. A sugestão é da empresária Elisangela Lopes Maciel Meira, de 37 anos, que atua no setor faz mais de oito anos, trabalha em parceria com Josiane Costa, sua sócia, que diz que o Dia dos Namorados não só vai esquentar as relações, como também reascender paixões e desejos, que deve ser comemorado de forma intensa, com brinquedos como bolinhas, lâminas excitantes, perfumes afrodisíacos e outros para fantasias sexuais.
Todas as opções - Elisangela informa que os produtos mais procurados são os retardantes para ejaculação, anestesia para a relação anal e aromatizantes. Para obter os produtos, o cliente que faz questão de discrição, precisa fazer apenas uma única ligação e a ‘’ festinha’’ vai ser inesquecível, garante a empresária. “Nosso serviço é delivery, que é o diferencial da nossa empresa, com a gente entregando os produtos no conforto da casa do cliente”, diz Elisangela. O outro diferencial, segundo ela, são os preços, acessíveis a todos os públicos, com valores que variam de 12 a 150 reais. Os produtos foram pensados para todas as opções sexuais, desejos e fantasias. Enfim, na “Paradise” há muitas novidades, desde a mais simples, recatada, ousada, todas com apelo sensual. SERVIÇO – Elisangela: 99999-5653 e Josiane: 999440102.

Bolos confeitados

Indústria do bolo confeitado começou por acaso - Foto Denise ArrudaIndústria do bolo confeitado começou por acaso - Foto Denise Arruda

Há um pouco mais de sete anos, Juliana da Silva Souza, atualmente com 34 anos, foi solicitada por sua mãe a fazer um bolo. Ela não sabia como fazer, mas, mesmo assim, tentou e fez. O que ela não esperava era que aquele simples bolo iria trazer o desejo de fazer o segundo, o terceiro, o quarto e não parou mais. A pequena empresária, que já realizara outros trabalhos como assistente de cabelereiro e manicure, não tinha noção da grandeza que estava por vir. Ela, que não fez cursos de imediato, apenas assistia vídeos no YouTube e fazia bolos para família. Passou a receber elogios de todos. O que começou por acaso, virou uma empresa, que foi se envolvendo e levou a dona a se apaixonar pelo trabalho. “Eu fazia bolos simples, só para família mesmo. Tudo mudou quando meu irmão levou um bolo para o posto de saúde onde ele trabalha. Desde então, meu serviço não parou’’, conta. A divulgação passou a ser feita nas redes sociais da Internet. No Facebook, a página “Juliana bolos confeitados” já tem bastante seguidores. Os preços dos bolos variam de tamanhos e modelos, sendo o menor preço de R$ 70 reais para bolo pesando um quilo. Não há limites para o tamanho dos bolos, que atendem todas as ocasiões - casamento, aniversários, baby-chá e outras , datas comemorativas. Apesar de todo o elogios que recebe, ela afirma que deve ser aperfeiçoar ainda mais, pois o mercado está sempre inovando. SERVIÇO - Para contratar o produto, o cliente deve ligar para 99944-8835.