Imprimir

Além de suínos, peruanos vão comprar carne bovina do Acre

Escrito por Tião Maia em .

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

FRIGORÍFICOS ACREANOS SÃO AUTORIZADOS A RECEBER MISSÕES INTERNACIONAIS PARA FECHAR EXPORTAÇÕES

Carne bovina acreana é de primeira qualidade - Foto DivulgaçãoCarne bovina acreana é de primeira qualidade - Foto Divulgação

O superintendente do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) no Acre, Luziel Carvalho, anuncia que os frigoríficos indicados pelo órgão têm até 31 de janeiro de 2018 para se habilitarem a receber missões peruanas de inspeção em busca de fechamento de acordos para exportação de carne e subprodutos. Segundo o superintendente, está prorrogado o prazo de habilitação de estabelecimentos brasileiros interessados em exportar carne e miúdos de bovinos e de aves.

A Auditoria Fiscal Federal Agropecuária, através da Divisão de Assuntos Internacionais (Dipoa), órgão do Ministério da Agricultura, confirmou a prorrogação do prazo que favorece os frigoríficos do estado do Acre. O prazo para habilitação foi aberto no dia 24 de março de 2017, mas nenhum estabelecimento acreano conseguiu se credenciar junto ao mercado peruano. A habilitação de novos estabelecimentos continuava suspensa pela Dipoa.

Segundo Luziel Carvalho, a partir da vinda do ministro da agricultura, Blairo Maggi, no Acre, ocorrida em março deste ano, foi firmado o compromisso do governo federal interceder junto às autoridades peruanas, para a habilitação de novas plantas. Recentemente, a Auditoria Fiscal Federal Agropecuária, do Ministério da Agricultura, oficializou o pedido de prorrogação de habilitação de novos estabelecimentos.

Superintendente do Mapa no Acre reunido com representante da JBS, Alcides Teixeira, e da Frisacre, Murilo Leite - Foto MapaSuperintendente do Mapa no Acre reunido com representante da JBS, Alcides Teixeira, e da Frisacre, Murilo Leite - Foto Mapa

A informação foi recebida com euforia pelos representantes de frigoríficos credenciados pelo Mapa em Rio Branco (AC), como os empresários Alcides Teixeira, da JBS, e Murilo Leite, do Frisacre.

“Há mais de seis meses que estávamos pleiteando essa habilitação. Com essa intercessão pelo ministro Blairo Maggi, agora é entrar com novo pedido e aguardar a missão para começar a comercializar. Estamos vencendo definitivamente as burocracias”, assinala o empresário Murilo Leite.

A carne suína acreana será a próxima a ser exportada para o mercado peruano - Foto Secom-ACA carne suína acreana será a próxima a ser exportada para o mercado peruano - Foto Secom-AC

VENDAS TAMBÉM DE SUBPRODUTOS

Para Alcides Teixeira, da JBS, existe um grande interesse pela exportação de subprodutos para o mercado peruano. “Pela logística que o estado tem, de estar situado estrategicamente próximo desse mercado, a procura pelos produtos é grande. Com certeza, esse acordo bilateral vai ajudar a economia do estado”, acrescenta Teixeira.

O superintendente Luziel Carvalho trabalha junto ao Ministério da Agricultura para que a missão peruana, que virá inspecionar a indústria Dom Porquito, situada no município de Brasiléia, próximo ao Peru, seja ampliada para conhecer as plantas de carne bovina indicadas pelo Mapa.

A carne bovina do Acre é considerada uma das melhores do país - Foto Secom-ACA carne bovina do Acre é considerada uma das melhores do país - Foto Secom-AC

A partir do dia 30 de novembro, o Acre terá autorização para exportar carne suína para o Peru. Após anos de negociação, a decisão foi acertada entre o ministro da Agricultura e Pecuária do Brasil, Blairo Maggi e o ministro da Agricultura do Peru, Miguel Barandiarán.

Outra missão, desta vez da Venezuela, deve vir o Acre até o final deste mês de outubro ou início do mês de novembro. Esse intercâmbio vem sendo feito através do Mapa e da Abiec. Uma lista de 160 SIFs foi oferecida às autoridades venezuelanas. Segundo o Mapa, todas as plantas serão inspecionadas.

No Acre, para o fechamento de acordos de exportação de carne suína, as indústrias Dom Porquito e Santo Afonso fazem parte da lista de estabelecimentos que serão visitados pelas autoridades peruanas e venezuelanas.

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn