Imprimir

ZPE do Acre deslancha em 2017

Escrito por Editorial em . Publicado em Editorial

Se este ano de 2016 e os cinco primeiros anos do governo Tião Viana foram bons para o Acre, as perspectivas para o ano de 2017 são as melhores possíveis por outro grande impulso que será dado na economia sustentável do estado, ampliando ainda mais a oferta de empregos e renda para sua população.

Empresas da ZPE do Acre exportarão para o Sudeste Asiático pelo porto de Illo, no Peru - Foto DivulgaçãoEmpresas da ZPE do Acre exportarão para o Sudeste Asiático pelo porto de Illo, no Peru - Foto Divulgação

Considerado dos estados mais promissores da Amazônia devida às suas incalculáveis riquezas florestais entra 2017 dando o pontapé inicial de seu maior projeto agroindustrial até aqui, que é a Zona de Processamento de Exportação (ZPE), a primeira instalada no país, através da qual serão implantadas grandes empresas com incentivos fiscais para produzir e vender a maioria de seus produtos para o exterior.

Com nova direção de muita experiência na atração de indústrias exportadores, a ZPE do Acre buscará empresas que exportarão seus produtos através da Rodovia Interoceânica, chegando aos portos peruanos no Pacífico e daí para a Costa Oeste norte-americana e os países do Sudeste Asiático. Parte da produção das empresas que serão instaladas na ZPE, em Senador Guiomard, próximo a Rio Branco, será vendida no mercado interno.

Além de abordar esse assunto, a 34ª edição do jornal semanal Expresso Amazônia também traz um balanço dos indicadores econômicos e sociais alcançados pelo Acre nos últimos anos, inserindo-se como um dos estados amazônicos mais prósperos, gerando emprego numa época de crise em que a maioria das unidades federadas são perseguidas por desempregos crescentes.

O jornal também traz reportagens especiais sobre empreendimentos individuais e coletivos que mostram que, mesmo em época de recessão econômica, é possível unir forças e iniciativas criativas capazes de gerar renda, emprego e sucesso, como a que está sendo executada por músicos que hoje fazem belos e confortáveis móveis a partir do reaproveitamento de palets de madeira. Boa leitura a todos.