Imprimir

Livro combate o trabalho infantil na Amazônia

Escrito por Carlos Alberto Jr. (*) em . Publicado em Especiais

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Escritora do Amapá lança obra literária para, dentro da perspectiva amazônica, ajudar a combater trabalho infantil na região

Pescadores de Sonhos é o primeiro livro da escritora Angela de Carvalho - Foto Angela de CarvalhoPescadores de Sonhos é o primeiro livro da escritora Angela de Carvalho - Foto Angela de Carvalho

O combate ao trabalho infantil ganhou contornos de fantasia no Amapá, através do livro "Pescadores de Sonhos", da escritora amapaense Angela de Carvalho. A obra, segundo ela, busca mostrar que a leitura e a imaginação são armas fundamentais contra o trabalho infantil. Para isso, ela inseriu na história símbolos da vida dos povos da Amazônia.

Em "Pescadores de Sonhos", duas crianças dividem o banco da escola com o remo de canoa e vara de pesca, em busca do sustento financeiro para a família. Mesmo sem saber ler, as crianças se encantam pelas histórias contadas por uma professora e têm a esperança de um dia deixarem de trabalhar.

IBGE aponta que o Brasil tem 30 mil crianças de cinco a nove anos no mercado de trabalho - Foto DivulgaçãoIBGE aponta que o Brasil tem 30 mil crianças de cinco a nove anos no mercado de trabalho - Foto Divulgação

O livro já teve a primeira edição impressa com distribuição gratuita. A segunda tiragem começou a ser comercializada. O lançamento simbólico da obra aconteceu no domingo no domingo passado em uma praça de alimentação em Macapá.

A produção é fruto de uma parceria de Angela com o Ministério Público do Trabalho (MPT). A escritora, que também é contadora de histórias, já realizou diversas atividades em todo o estado a partir da obra. "A ideia do livro surgiu da necessidade de existir um material que falasse do combate ao trabalho infantil dentro da perspectiva local", disse a escritora.

Foto 4 - Região Norte lidera ranking proporcional de trabalho infantil, aponta pesquisa PNAD - Foto DivulgaçãoFoto 4 - Região Norte lidera ranking proporcional de trabalho infantil, aponta pesquisa PNAD - Foto Divulgação

As ilustrações foram feitas por Mario Baratta, que é professor na Universidade Federal do Amapá (Unifap) e utiliza a técnica da aquarela na obra. Elas foram produzidas após todo o texto ser concluído. Na produção de estreia, Angela se inspira na própria vivência em bibliotecas e no contato direto que tem com crianças enquanto contadora de histórias.

Ela conta que também se inspirou em personagens que ficaram famosos, como os criados por Monteiro Lobato. "Uso muitas influências de literatura infantil nacional, principalmente personagens que ficaram conhecidas pela obra de Monteiro Lobato. Além de passar a mensagem da importância da leitura na construção do caráter, ela é fundamental para que uma criança seja criança de verdade", finalizou.

Serviço - Pontos de venda do livro: Livraria Acadêmica (2º piso do Macapá Shopping); e no site da Cortez Editora (http://www.cortezeditora.com.br)

(*) Do G1 AP, Macapá.

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn